LiquidaBahia: CDL entrega prêmios a ganhadores de Poções e Vitória da Conquista

cdl 1

Dirigentes da Câmara de Dirigentes Lojistas de Vitória da Conquista e Poções entregaram, nesta quarta-feira (7), as duas motocicletas para os sorteados na campanha Liquida Bahia.

Seu Leobino Moreira, de 81 anos, já sabe o que vai fazer com o prêmio: “A moto vai ficar para uso dos filhos. Somos uma família unida, e sempre que algum dos filhos precisar vai usar a moto”. Já Rodrigo Silva revelou que pretende vender a moto.

cdl 2

Cesta do Povo será vendida para iniciativa privada pelo governo da BA

A rede de mercados da Cesta do Povo, na Bahia, mantida pela estatal Empresa Baiana de Alimentos (Ebal), será leiloada para a iniciativa privada pelo governo do Estado.

A informação foi confirmada pelo presidente da empresa, Eduardo Sampaio. Um decreto publicado no último dia 2 de outubro autorizou a alienação da Cesta do Povo e abertura de uma comissão na empresa para dar continuidade ao processo que resultará na venda.

Ler mais

Criança de 9 anos é morta por uma adolescente em Candeias; corpo foi encontrado em freezer

SAMSUNG DIGIMAX A503
foto meramente ilustrativa

Um menino de nove anos foi morto e teve o corpo escondido, por mais de 24 horas, dentro de um freezer, no município de Candeias, na Região Metropolitana de Salvador. Segundo informações da delegacia local, uma adolescente de 16 anos é a autora do crime e foi apresentada à polícia pelo próprio pai.

A acusada é usuária de drogas e pretendia utilizar a vítima, identificada como A. R. A. D. S., para extorquir sua família e obter dinheiro. O garoto era vizinho da adolescente e estava desaparecido desde a manhã da última segunda-feira (05), quando foi levado pela criminosa para a sua residência, onde mora, apenas, com o pai.

Ler mais

Inflação fica em 7,64% de janeiro a setembro, a maior desde 2003

A inflação oficial medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) passou de 0,22%  em agosto para 0,54% em setembro, segundo informou nesta quarta-feira (7) o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). No ano, o indicador acumulado está em 7,64%, o mais elevado para o período desde 2003, quando atingiu 8,05%. Em 12 meses, avanço é de 9,49%.

O que mais pesou no bolso do consumidor brasileiro foi o aumento de quase 13% no preço do botijão de gás. O impacto poderia ter sido ainda maior se as distribuidoras tivessem aplicado o percentual máximo permitido pela Petrobras, de 15%. De janeiro a setembro, a alta do produto é de 17,56%.

Influenciado pelo aumento do gás, os preços relativos a habitação registraram a taxa mais alta entre os grupos analisados pelo IBGE, de 1,30%. O custo de água e esgosto também influenciou o resultado, com avanço de 1,48%.

Além do gás de cozinha ter puxado o avanço geral de preços, as tarifas de ônibus (2,59%) e as passagens aéreas (23,13%) também pesaram sobre o IPCA, levando o grupo de transportes subir 0,71%, depois de ter recuado em agosto.

A estimativa dos economistas dos bancos é de que o IPCA feche o ano de 2015 em 9,53% – na semana anterior, a taxa esperada era de 9,46%. Se confirmada a estimativa, representará o maior índice em 13 anos, ou seja, desde 2002 – quando somou 12,53%. Essa foi a terceira alta seguida no indicador. O BC informou recentemente que estima um IPCA de 9,5% para este ano.

Fonte: G1