INSS cancela 168 mil auxílios-doença,após convocação de perícias ;

inss

inss

Até o início de agosto, o pente-fino feito pelo governo federal nos auxílios-doença concedidos por incapacidade resultou no cancelamento de 168.396 benefícios de segurados do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social), que recebiam os valores e há mais de dois anos não passavam por avaliação médica.

O número corresponde a 79,94% das 210.649 perícias feitas até este mês.

Além disso, também foram cancelados 20.304 benefícios porque os segurados não responderam à convocação para perícia feita pelo INSS.

De acordo com Ministério do Desenvolvimento Social, 33.798 benefícios foram convertidos em aposentadoria por invalidez, 1.892 em auxílio-acidente, 1.105 em aposentadoria por invalidez, com acréscimo de 25% no valor do benefício e 5.458 pessoas foram encaminhadas para reabilitação profissional.

Com o pente fino, segundo a pasta, a economia anual estimada até agora é de R$ 2,7 bilhões. Ao todo, 530.191 benefícios de auxílio-doença serão revisados.

Criança morre em Jequié, vitima de bala perdida

revólver-1024x640

revólver-1024x640

Neste domingo (20), na cidade de Jequié, uma garotinha de 10 anos deu entrada no Hospital Prado Valadares, vitima de bala perdida. Segundo a mãe, estava tendo uma festa nas proximidades, quando dois elementos deram início a um troca de tiros, a criança que estava por perto foi vítima de bala perdida e acabou sendo alvejada no peito e  não resistiu e acabou morrendo.

Homem é preso por estuprar e engravidar enteada de 14 anos no sudoeste baiano

Um homem de 44 anos foi preso na quinta-feira (17), suspeito de estuprar a enteada de 14 anos, na cidade de Ribeirão do Largo, sudoeste da Bahia. De acordo com a polícia, a menor está grávida de cinco meses de Reinaldo de Jesus Santos. O delegado Arilano Botelho contou que, após denúncias anônimas, o Conselho Tutelar local averiguou a situação e encaminhou a denúncia para a Polícia Civil, que iniciou as investigações. A vítima foi ouvida e confirmou o estupro. Ela ainda destacou que o homem vem a abusando sexualmente desde que ela tinha 10 anos. Em depoimento à polícia, Reinaldo confessou o crime. Ainda de acordo com o delegado Arilano, a menina contou que a mãe não sabia dos abusos. O suspeito, que foi preso por volta do meio-dia, está custodiado na delegacia de Ribeirão do Largo, à disposição da Justiça. 

Fonte. G1

Cavalo invade residência e mata criança de 5 anos à patadas em Juazeiro

Foto Ilustrativa

Uma criança morreu, na tarde desta sexta-feira (18), após ter levado coice de um cavalo na última quinta-feira (17), em sua residência no bairro Antônio Guilhermino, em Juazeiro no norte da Bahia. Segundo informações, o animal invadiu a residência e deu uma patada na criança que chegou a ser socorrida para o Hospital Universitário de Petrolina.

A vítima foi identificada como José Cordeiro Carvalho, de apenas 5 anos. A criança foi socorrida ainda com vida, mas na tarde de ontem não resistiu a gravidade dos ferimentos e veio a óbito. O corpo de José foi encaminhado para o IML da cidade de Juazeiro para ser necropsiado e logo após liberado para a família proceder com o funeral.

Ladrão tenta assaltar professora e leva surra de estudantes; veja o vídeo

 

Alunos de um colégio estadual chamado Sólon de Lucena, em Manaus, capital amazonense, capturaram um rapaz suspeito de ter acabado de assaltar uma professora da escola.

De acordo com a imprensa local, a educadora estava saindo do colégio onde trabalha, quando foi rendida por um ladrão, na última quinta-feira (17). Assim que o rapaz tomou seus pertences, a professora gritou “pega ladrão”.

O rapaz entrou em desespero e começou a correr. Ao ouvirem os gritos da professora e verem um rapaz em fuga, alguns estudantes que estavam próximos resolveram intervir. Eles perseguiram o suspeito e conseguiram alcançá-lo.

Em uma movimentada avenida, chamada São Jorge, em um bairro de mesmo nome, na Zona Oeste da Cidade, os garotos jogaram o ladrão junto ao meio fio e o lincharam com muitos chutes, socos e tapas.

Uma menina usou o aparelho celular para filmar a violência. Em um dado momento, ela pede para um dos meninos, que estava enfurecido, parar de bater. “Tá bom, já chega. Alguém chama a polícia”. “Tá bom nada. Tem que bater”, discorda outro aluno, que quer ver sangue.