Festa da Padroeira de Iguaí: Arcebispo presidiu a última noite do novenário

Dom-Luiz-300x200

A última noite do novenário da Festa da Padroeira Municipal de Iguaí, Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, domingo (11), foi presidida pelo Arcebispo da Arquidiocese de Vitória da Conquista, Dom Luiz Gonzaga Pepeu.

Durante a celebração, que teve como tema “Chamados à doação e à partilha”, houve também a Celebração da Crisma, que é o sacramento em que se ratifica a graça do batismo. Os responsáveis pela noite foram a Pastoral da Juventude e Estudo Bíblico Paroquial, sendo homenageados os carpinteiros, mecânicos, pedreiros e motoristas. Pela manhã, às 10:00 h, também houve celebração, presidida pelo Padre André Costa, em que aconteceram batismos e Iniciação Eucarística.

Fonte: Iguaimix

Nossa Senhora das Dores, nos aponta para uma Nova Vida

4829116920_52816cda79Celebramos sua compaixão, piedade; suas sete dores cujo ponto mais alto se deu no momento da crucificação de Jesus

“Quero ficar junto à cruz, velar contigo a Jesus e o teu pranto enxugar!”

Assim, a Igreja reza a Maria neste dia, pois celebramos sua compaixão, piedade; suas sete dores cujo ponto mais alto se deu no momento da crucificação de Jesus. Esta devoção deve-se muito à missão dos Servitas – religiosos da Companhia de Maria Dolorosa – e sua entrada na Liturgia aconteceu pelo Papa Bento XIII.

A devoção a Nossa Senhora das Dores possui fundamentos bíblicos, pois é na Palavra de Deus que encontramos as sete dores de Maria: o velho Simeão, que profetiza a lança que transpassaria (de dor) o seu Coração Imaculado; a fuga para o Egito; a perda do Menino Jesus; a Paixão do Senhor; crucificação , morte e sepultura de Jesus Cristo.

Nós, como Igreja, não recordamos as dores de Nossa Senhora somente pelo sofrimento em si, mas sim, porque também, pelas dores oferecidas, a Santíssima Virgem participou ativamente da Redenção de Cristo. Desta forma, Maria, imagem da Igreja, está nos apontando para uma Nova Vida, que não significa ausência de sofrimentos, mas sim, oblação de si para uma civilização do Amor.

Nossa Senhora das Dores, rogai por nós!

Fonte: Site Canção Nova

Seminário do Curso de Teologia Pastoral

postAconteceu neste domingo dia 6 de setembro no Bruno Oliveira mais um seminário, com a presença do padre André que é o coordenador do curso, do professor Marcelo de Vitoria da Conquista e do professor Sergio da Associação dos Usuários da Água, este foi o segundo do ano de 2015, seminário este que é umas das disciplinas do curso de teologia pastoral que é realizado todo primeiro domingo do mês, na oportunidade foi discutido e estudado a Encíclica do Sumo Pontífice o Papa Francisco chamada de Laudato Si, que quer dizer Louvado Sejas, sobre o cuidado da casa comum, esta casa comum é nossa mãe terra, esta carta vem nos alertar e orientar o que devemos fazer e urgente para preservar a nossa mãe terra, neste documento o Papa Francisco fala sobre vários assunto importantes em relação ao planeta terra seria importante que todos povos estivesse acesso a este documento, ao final do seminário o Padre André lançou 3 perguntas.

Ler mais