Educação: Inep descarta possibilidade de cancelamento do ”Enem” deste ano

enem

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) descartou hoje (8) a possibilidade de cancelamento do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) deste ano por conta de operações da Polícia Federal para investigar indícios de fraudes no certame. ”É importante, neste momento, que os participantes mantenham a calma para a aplicação do segundo dia de provas no próximo domingo, 12 de novembro”, diz o Inep. Segundo o órgão, foram adotadas todas as medidas para uma aplicação segura, que garanta isonomia entre os participantes e tranquilidade para realização das provas. Na manhã de hoje, quatro pessoas foram presas por suspeitas de fraude em concursos públicos e no Enem de 2016. Segundo a Delegacia de Polícia Federal em Juazeiro do Norte (CE), não foram identificados indícios de fraudes no Enem deste ano. O Inep destaca que trabalha em estreita parceria com o MEC e a Polícia Federal para garantir a segurança do Enem. ”Essa colaboração, ampliada desde 2016, vem permitindo a identificação e a prisão de quadrilhas especializadas em fraudar concursos públicos e processos seletivos, como ocorre nesta data por meio da Operação Adinamia, deflagrada pela Polícia Federal e o Ministério Público Federal”, informa o Instituto.

Vice de Santa Cruz Cabrália toma posse após prefeito ser afastado por suspeita de fraude

Carlos Lero (de terno blusa azul) tomou posse. Foto: Divulgação

O vice-prefeito da cidade baiana de Santa Cruz Cabrália, Carlos Lero (PSC), assumiu, por tempo indeterminado, a gestão do município, nesta quarta-feira (8). A posse foi realizada por volta das 12h, na Câmara Municipal, conforme informou a assessoria de imprensa da cidade. A sessão foi presidida pelo Vereador Romali Pairana, presidente da Casa Legislativa.  Lero substitui o prefeito Agnelo Santos, que é um dos investigados na operação Fraternos, da Polícia Federal. A ação apura o envolvimento dele, da irmã, Claudia Oliveira, que é prefeita de Porto Seguro, e do marido dela, José Robério Batista de Oliveira, gestor de Eunápolis, na fraude em contratos públicos. Os dois são do PSD. Os três prefeitos investigados foram afastados do cargo a pedido do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1). No entanto, os vice de Porto Seguro, Beto Axé Moi (PP), e Eunápolis, Flávio Baiaco (PTN) ainda não tomaram posse. Além do afastamento, a Justiça Federal determinou, o sequestro de bens imóveis e automóveis dos investigados, não só dos prefeitos, como de outros investigados também, além do bloqueio de contas correntes para ressarcimento do erário. Por meio de nota, o prefeito de Santa Cruz Cabrália, Agnelo Santos, disse que recebeu a decisão de afastamento com muita surpresa. ”Tenho a consciência tranquila quanto as acusações que me estão sendo feitas e não vejo qualquer sentido na decisão proferida, que me afasta do mandato de prefeito, para o qual fui eleito democraticamente pelo voto popular, com mais de 70% dos votos válidos”, diz a nota. ”Deixo claro que meu afastamento foi um equívoco, pois no período dos fatos imputados eu não era prefeito e sim empresário. Estão me acusando de ser dono de uma empresa que nunca me pertenceu, mas tenho a certeza que tudo será esclarecido”, completa. Os três prefeitos foram alvos de conduções coercitiva durante a operação da PF na terça-feira (7), contudo, nenhum deles foi encontrado nas casas onde moram, nem nas prefeituras. Ainda na tarde de terça-feira, Agnelo Santos se apresentou à PF. Já o casal de prefeitos afastado das cidades de Porto Seguro e Eunápolis, no sul da Bahia, Claudia Oliveira e José Robério Batista de Oliveira, se apresentou nesta quarta-feira (8) na sede da Polícia Federal (PF), em Porto Seguro. A Polícia Federal informou que não vai divulgar o teor do depoimento de nenhum dos investigados, pois o caso está sob sigilo.

Jequié: Prefeito se afasta do cargo para acompanhar filha em viagem a Espanha e o vice assume

O prefeito de Jequié, Sérgio da Gameleira (PSB), protocolou um pedido de afastamento temporário do cargo para tratar de assuntos pessoais no exterior. Gameleira, que se afastou pelo período de 15 dias, a partir desta quarta-feira (8), enviou comunicado oficial a Câmara Municipal sobre seu afastamento e o documento foi entregue ao presidente do Legislativo, o vereador Emanuel Campos (PV), na terça-feira (7). Quem assume interinamente o cargo de chefe do Executivo de Jequié é o vice-prefeito e atual secretário de Saúde do município, Hassan Iosseff (PTB). Em entrevista a Rádio Cidade Sol FM, emissora pertencente à família do secretário de Infraestrutura, Fabrício Borges, e frequentemente utilizada pelo prefeito, Gameleira disse que acompanhará a sua filha em viagem a Espana. ”Vou me ausentar de Jequié pelos próximos 15 dias, por que estarei acompanhando minha filha até a cidade de Granada, na Espanha. Ela é estudante da UFBA, passou em um projeto, conseguiu uma bolsa para estar lá e na condição de pai vou acompanhá-la. Por isso achei sensato que o vice prefeito, Hassan, com toda sua competência conduza os destinos da cidade na minha ausência”, justificou o gestor.

Fonte:blogmarcosfrahm

Mega-Sena pode pagar R$ 19 milhões na quinta-feira

Mega-Sena pode pagar R$ 19 milhões na quinta-feira

Foto: Wilker Porto | Agora Sudoeste

O prêmio principal da Mega-Sena poderá pagar R$ 19 milhões a quem acertar as seis dezenas do concurso 1.986, que será sorteado na quinta-feira (9), em comemoração à Proclamação da República. Aplicado na poupança o prêmio renderia cerca de R$ 90 mil por mês, o suficiente para comprar três carros populares. No sorteio realizado na terça-feira (7), no Espaço Loterias CAIXA, em São Paulo, ninguém acertou os seis números. As dezenas sorteadas foram 09, 28, 29, 34, 36 e 55. Mesmo sem aposta contemplada com o prêmio principal, na segunda faixa, com cinco acertos, 36 apostas receberam o prêmio de R$ 38.578,22 cada. Outras 2.503 apostas acertaram quatro números e levaram R$ 792,65 cada. O sorteio do concurso 1.986 da Mega Semana da República será realizado às 20h (horário de Brasília). A aposta mínima na Mega-Sena custa R$ 3,50 e pode ser feita até as 19h (horário de Brasília) de quarta-feira em qualquer uma das mais de 13 mil casas lotéricas do país. Clientes da CAIXA com acesso ao internet banking podem fazer suas apostas na Mega-Sena pelo computador. Basta ter conta corrente no banco e ser maior de 18 anos. O serviço funciona diariamente, das 8h às 22h (horário de Brasília), exceto em dias de sorteio (quartas-feiras e sábados), quando as apostas se encerram às 19h, retornando às 21h para o concurso seguinte.

MPF pede afastamento de três prefeitos da Bahia suspeitos de fraudar licitações e de formarem organização criminosa

MPF pede afastamento de três prefeitos da Bahia suspeitos de fraudar licitações e de formarem organização criminosa

Foi deflagrada na manhã desta terça-feira (7), pelo Ministério Público Federal (MPF) na 1ª Região e pela Superintendência da Polícia Federal no Estado da Bahia, a Operação Fraternos. A ação conjunta cumpre 21 prisões temporárias, 18 mandados de condução coercitiva, 43 mandados de busca e apreensão, na Bahia e em Minas Gerais, e a imposição de afastamento cautelar dos prefeitos de Porto Seguro, Eunápolis e Santa Cruz Cabrália (BA). A operação investiga a participação dos prefeitos Claudia Oliveira, de Porto Seguro; José Robério Batista de Oliveira, de Eunápolis; e Agnelo Santos, de Santa Cruz Cabrália; parentes entre si – Claudia Oliveira e José Robério também são casados – que utilizariam empresas de familiares e conhecidos para simular e fraudar licitações e desviar dinheiro de contratos públicos. O montante dos desvios ainda está sendo apurado. Os recursos seriam provenientes de fundos e programas de financiamento à educação nos municípios e de convênios diversos para execução de obras. A pedido do MPF, os três prefeitos foram afastados dos cargos e estão proibidos e acessar as instalações das prefeituras e de ter contato com demais investigados. Foi decretado ainda a indisponibilidade do patrimônio de pessoas e empresas relacionadas na representação policial. As ações estão sob acompanhamento do procurador da República lotado no município de Eunápolis (BA). Os investigados poderão responder pelos crimes de associação criminosa, fraude em licitação, peculato, corrupção ativa e passiva e lavagem de dinheiro.